Frente Parlamentar Organizada Contra Reforma da Previdência

O Congresso Nacional retomou hoje suas atividades com a sessão de abertura dos trabalhos legislativos; colocando em pauta a definição de uma data, o próximo dia 19, para a votação do projeto de Reforma da Previdência (PEC 287/2016). As reações contrárias, em nível de movimento sindical já acontecem em todo o país e o sindicato se mantém alerta, sempre buscando a melhor informação que mantenha a categoria bem informada sobre assuntos que lhe atingem direta ou indiretamente.
Uma das reações surgiu dentro do próprio Congresso: é a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social, sob a coordenação senador Paulo Paim (PT-RS) e deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP). O grupo objetiva desenvolver ações de resistência com a meta de fortalecer a defesa da Previdência pública. Neste sentido foi elaborada uma agenda prévia, classificada como “ações de resistência”. O Sindicato divulga antecipadamente, os trabalhos que deverão começar nesta terça-feira, dia 06 de fevereiro.
– Terça-feira (6), às 9 horas, a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado Federal realiza audiência pública sobre “O relatório da CPI da Previdência”. Vai ser no plenário 6, na Ala Senador Nilo Coelho do Senado;
– Terça (6), às 14 horas, reunião da Frente Parlamentar Mista em Defesa Previdência Social, em conjunto com “Ato contra a reforma da Previdência”. Vai ser no plenário 2 da Câmara dos Deputados, oportunidade em que serão discutidas agendas de ações contra a reforma da Previdência.