Sindicato Alerta Para a Importância do VOTO

Para o sindicalista Ezequiel Sarges presidente do SEPUB é o momento de “empoderamento da população brasileira, em especial dos alijados pela concentração de renda. É preciso votar com consciência e responsabilidade, sabendo que o exercício da política não está distante, ao contrário. As decisões tomadas em Brasília interferem em nossa vida diária”. Com a campanha eleitoral já iniciada, o Tribunal Regional Eleitoral (TSE) registrou 8.067 candidaturas para a Câmara dos Deputados. Desse total, apenas 31,6% são mulheres e 41% se declaram como pretos ou pardos. Além disso, o TSE registra 38 indígenas candidatos a deputado federal.
Ao todo, 27.249 candidatos vão disputar as vagas para 8 cargos eletivos em 2018. Serão 13 candidatos a presidente da República, dos quais 2 são deputados federais atualmente: Cabo Daciolo (Patri-RJ) e Jair Bolsonaro (PSL-RJ). Completam a lista: Álvaro Dias (Podemos); Ciro Gomes (PDT); Geraldo Alckmin (PSDB); Guilherme Boulos (PSol); Henrique Meirelles (MDB); João Amoedo (Novo); João Goulart Filho (PPL); José Maria Eymael (Democracia Cristã); Marina Silva (Rede); e Vera Salgado (PSTU). O PT registrou Luiz Inácio Lula da Silva como candidato a presidente e Fernando Haddad como vice, mas a candidatura de Lula já está sendo questionada e corre o risco de ser impugnada, por conta de sua condenação em segunda instância.
Eventuais impugnações de candidatura serão analisadas pelo TSE até 17 de setembro. Em 2014, do total de 26.162 candidaturas inicialmente registradas, 4.184 foram consideradas inaptas por motivos diversos, como indeferimento da candidatura, renúncia e até por falecimento, como foi o caso do então candidato do PSB à presidência da República, Eduardo Campos. O TSE registra ainda 197 candidatos aos governos estaduais, 339 ao Senado, 16.827 às assembleias legislativas e 954 à Câmara Distrital.